pra pensar

“ o passado é meu algoz, não me permite o retorno, mas o presente levanta generosamente meu semblante descaído e me faz enxergar que não posso mudar o que fui, mas posso construir o que serei. Podem me chamar de louco, psicótico, maluco. Não importa. O que importa é que, como todo mortal,um dia terminarei o show da existência no pequeno palco de um túmulo, diante de uma platéia em lágrimas.
Augusto Cury

domingo, 9 de maio de 2010

OS TRÊS DESEJOS DE ALEXANDRE

> 1 - Que seu caixão fosse transportado pelas mãos dos médicos da época;

> 2 - Que fosse espalhado no caminho até seu túmulo os seus tesouros conquistado como prata , ouro, e pedras preciosas ;
>
> 3 - Que suas duas mãos fossem deixadas balançando no ar, fora do caixão, à vista de todos.
>
> Um dos seus generais, admirado com esses desejos insólitos, perguntou a ALEXANDRE quais as razões desses pedidos
> e ele explicou:
>
> 1 - Quero que os mais iminentes médicos carreguem meu caixão para mostrar que eles NÃO têm poder de cura
> perante a morte;

> 2 - Quero que o chão seja coberto pelos meus tesouros para que as pessoas possam ver que os bens materiais
> aqui conquistados, aqui permanecem;

> 3 - Quero que minhas mãos balancem ao vento para que as pessoas possam ver que de mãos vazias viemos e de
> mãos vazias partimos.

> Pense nisso....
> PERANTE A VIDA PODEMOS SER DIFERENTES ENTRE NÓS, MAS PERANTE A MORTE SOMOS TODOS
> IGUAIS...

Nenhum comentário:

Sou como uma Fênix .............

Neve nas Ilhas Maldivas ...