pra pensar

“ o passado é meu algoz, não me permite o retorno, mas o presente levanta generosamente meu semblante descaído e me faz enxergar que não posso mudar o que fui, mas posso construir o que serei. Podem me chamar de louco, psicótico, maluco. Não importa. O que importa é que, como todo mortal,um dia terminarei o show da existência no pequeno palco de um túmulo, diante de uma platéia em lágrimas.
Augusto Cury

sábado, 29 de novembro de 2008

... día mundial de luta contra AIDS.

Hoje, dia 1º de dezembro, é o Dia Mundial de Luta contra a Aids. Mas você sabe o porquê dessa data?
Em outubro de 1987, a Assembléia Mundial de Saúde decidiu, com o apoio da ONU (Organização das Nações Unidas), transformar o 1º de dezembro em Dia Mundial de Luta Contra a Aids. O objetivo deste dia é estabelecer o entrelaçamento de comunicação, promover troca de informações e experiências e de criar um espírito de tolerância social.
O Dia Mundial da Luta Contra a Aids dá a ocasião de se falar da infecção por HIV e da Aids, de se ocupar das pessoas infectadas pelo HIV e das doenças da Aids, e de se saber mais sobre esta doença.
A escolha dessa data seguiu critérios próprios das Nações Unidas e no Brasil foi adotada a partir de 1988, por uma portaria assinada pelo Ministro da Saúde.
E o laço vermelho?O laço vermelho é visto como símbolo de solidariedade e de comprometimento na luta contra a Aids. O projeto do laço foi criado, em 1991, pela Visual Aids, grupo de profissionais de arte de Nova York, que queriam homenagear amigos e colegas que haviam morrido ou estavam morrendo de Aids.
Por sua ligação ao sangue e à idéia de paixão, o laço vermelho foi inspirado no laço amarelo que honrava os soldados americanos da Guerra do Golfo. O ator Jeremy Irons usou o laço pela primeira vez, na cerimônia de entrega do prêmio Tony Awards, em 1991. Ele se tornou símbolo popular entre as celebridades nas cerimônias de entrega de outros prêmios e virou moda.
Por sua popularidade, alguns ativistas ficaram preocupados com a possibilidade de o laço se tornar apenas um instrumento de marketing e perdesse seu significado. Mas, ao contrário disso, a imagem do laço continua sendo um forte símbolo na luta contra a Aids, reforçando a necessidade de ações, pesquisas e, principalmente, de solidariedade aos que convivem com o HIV/Aids.
Mulheres, meninas, HIV e AidsO Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (UNAIDS) instituiu, como foco central para a mobilização do Dia Mundial de 2004, as mulheres de todas as idades. Quase metade das pessoas que vivem com HIV/aids no mundo são do sexo feminino. Esse foi o motivo da escolha do foco da campanha este ano.
No Brasil, a situação não é muito diferente. No período inicial da epidemia, para cada caso de Aids em mulher, foram registrados 16 casos em homens. Atualmente, esta razão já está em 2 casos em homens para cada caso em mulher.
FONTE: Ministério da Saúde http://www.aids.gov.br/



pra você que vai molhar o biscoito ....



deveria se chamar blog do narcisista viu .....

vai mais um pouco de Gabriel .....
essa musica me traz lembranças ....


sexta-feira, 28 de novembro de 2008

domingo, 23 de novembro de 2008

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Filtro Solar - uma grande lição de vida ...

A vida seria maravilhosa se todo mundo

quisesse e conseguisse colocar em prática pelo menos metade desses conselhos.

Esse vídeo é maravilhoso.

São palavras verdadeiramente sábias.

Gabriel Guerrato

Para rir um pouco ......

vale a pena rir um pouco.......

muito bom ....

TIo orgulhoso 2 - Eu amo demais essas crianças ......

JV e Bia são um presente na vida de qualquer pessoa que eles tenham contato ,,,,

na minha então nem se fala ...

taí mais um pouquinho deles ...

e eu transbordando de orgulho......

Eis meus LINDOS SOBRINHOS ................

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Abaixo a todo tipo de preconceito ... -




AS PALAVRAS E AS IMAGENS EXPRESSAM A MENSAGEM ...

Sigur Ros -



terça-feira, 11 de novembro de 2008

Quem sou ??!!







Sou único reflexo.


Resultado somado.


Perplexo.Complexo.


Sou crônica combustão.


Efeito combinado.


Explosão.Comunhão.


Sou mutação evolutiva.


Fato resignado.


Paliativo.


Defitinivo.


Sou lacuna temporal.


Espaço graduado.


Informal.


Animal.


Sou aguda dor.


Eco consumado.


Horror.


Amor.
autor desconhecido .

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Redução de Danos - Política de Saúde Pública -


A Redução de Danos é uma estratégia da saúde pública que visa reduzir os danos à saúde em conseqüência de práticas de risco. No caso específico do Usuário de Drogas Injetáveis (UDI), objetiva reduzir os danos daqueles usuários que não podem, não querem ou não conseguem parar de usar drogas injetáveis, e, portanto, compartilham a seringa e se expõem à infecção pelo HIV, hepatites e outras doenças de transmissão parenteral.
A Redução de Danos tem sido a política prioritária para o desenvolvimento de ações junto a usuários de drogas e são desenvolvidas pelas três esferas de governo e também pelas organizações da sociedade civil.
O Ministério da Saúde tem envidado esforços para fortalecer a parceria entre os Programa de Saúde Mental, Programa de Hepatites Virais e o Programa Nacional de DST e Aids objetivando promover a integralidade da atenção e a visibilidade da redução de danos como uma política de saúde publica.
A Portaria nº. 1.028 de 4 de julho de 2005 do Ministério da Saúde preconiza estabelecer diretrizes que orientam a implantação das ações e, desta forma, subsidia municípios e estados na manutenção ou implantação de ações voltadas para usuários de drogas.
O trabalho de redução de danos, quando iniciado no Brasil, era focado em usuários de drogas injetáveis e foi avançando muito, ampliando seu campo de atuação e concebendo a redução de danos como uma política de saúde. Avanços também foram obtidos no campo dos direitos, com muitos estados e municípios conquistando legislações específicas sobre redução de danos.
A disseminação do HIV entre os usuários de drogas, seus parceiros sexuais

Modelo de Redução de Danos -





Reunião da Marcha da Maconha de São Paulo


Reunião da Marcha da Maconha de São Paulo

REUNIÃO DA MARCHA DA MACONHA DE SÃO PAULO
DIA 23 DE NOVEMBRO - 15:00 hrs
CENTRO CULTURAL SÃO PAULO
Rua Vergueiro 1000, próx. ao Metrô Vergueiro
Em frente às mesas de xadrez.

Veja o Mapa:
Podemos esquematizar sugestões de pauta nesse tópico do fórum Marcha da Maconha <http://www.marchadamaconha.org/forum/index.php?showtopic=439>

Sou como uma Fênix .............

Neve nas Ilhas Maldivas ...